EconomiaMaringáParaná

Setor de tecnologia digital conhece programa de desenvolvimento de negócios no mercado internacional

A Secretaria de Inovação, Aceleração Econômica, Turismo e Comunicação (Siacom) promoveu, na manhã desta quinta (28), o segundo seminário que discutiu o desenvolvimento e formas de inserção de produtos maringaenses nos mercados nacional e internacional. Desta vez o evento reuniu o setor de tecnologia digital. Na quarta, o encontro foi com o setor têxtil.
Durante o seminário, os empresários ficaram sabendo que a Invest Paraná, agência do Governo Estadual, apresenta para outros estados e países, startups e iniciativas de paranaenses. A participação das empresas é definida por meio de chamamento público. Podem participar empresas paranaenses de tecnologia e startups em fase de operação ou incubação que tenham soluções, produtos ou serviços inovadores.
As ferramentas e soluções tecnológicas selecionadas farão parte de ações de promoção comercial envolvendo empresas exportadoras, compradores internacionais e investidores nacionais e estrangeiros.

Acessar outros mercados é o desejo do empresário João Luiz Santana Daufenback que desenvolveu um projeto de workstation, sistema para home office de monitoramento de escala de trabalho, ergonomia e outros desafios dentro da nova realidade da pandemia. “O projeto já está em teste em empresas e o seminário abrirá novas possibilidades”.
O secretário da Siacom, Marcos Cordiolli, destacou que a prioridade no segmento da tecnologia digital é o de potencializar o valor agregado dos produtos maringaenses e apontar caminhos como a criação de um ecossistema com formação profissional e qualidade de operação, internacionalização do mercado e constituição de uma identidade forte.
Para o diretor-presidente da Invest Paraná, Eduardo Bekin, Maringá é talvez o município com setor de tecnologia digital mais organizado do estado. Vale lembrar que a Cidade Canção é um polo de tecnologia com mais de 400 empresas. Em operação total, o futuro Parque de TI, que está sendo construído, poderá gerar em torno de 400 empregos com salários acima da média do mercado e atrair profissionais de diferentes estados brasileiros.

A Prefeitura de Maringá também conta com seus próprios editais que estimulam a inovação no município. O último, reuniu 45 projetos para atender demandas de 19 secretarias e diretorias municipais, dos quais 33 foram aprovados. Entre os já validados e em utilização está o Flugo que facilita o acesso do cidadão, sem precisar enfrentar filas, a serviços públicos municipais. Ele controla o tempo de espera pelo próprio celular. Também há o aplicativo Petis que organizou e tornou transparente o processo de castração de animais.

Convênio
Ainda nesta quinta (28), às 14h30, será assinado convênio da Prefeitura de Maringá com a agência estadual para receber o selo “Parceiro Invest Paraná”. É o primeiro município do Estado a firmar a parceria e se tornar representante da agência na região. No total serão 24 cidades polo a receber o selo, que otimizará a tomada de decisão de investidores e promovendo marcas e fortalecendo produtos.

Mostrar mais

Notícias Relacionadas

Botão Voltar ao topo

Bloqueador de Anúncios Detectado

Por favor, desative seu bloqueador de anúncios para continuar. Obrigado.