JustiçaTrabalhozDestaque

Agora vai

O vice-prefeito Edson Scabora, o procurador-geral do município, Alexis Kotsifas, o chefe de Gabinete, Domingos Trevisan, e o secretário de Recursos Humanos, César França, estiveram reunidos nesta quinta (21) com servidores que têm direito a trimestralidade para discutir proposta para encerrar a ação de 26 anos. Cerca de 3,5 mil servidores integram a ação. A reunião contou com a participação da presidente do Sindicato dos Servidores Municipais de Maringá (Sismmar), Iraídes Baptistoni, e do advogado do sindicato Silvio Januário.
A administração destacou que a criação de um fundo de alienação de imóveis seria uma das formas para o pagamento da trimestralidade, que já ultrapassa os R$ 75 milhões. “A comissão de negociação dos servidores participaria de todo o processo”, afirmou Kotsifas. “Nosso objetivo é uma solução definitiva e justa para o problema”, acrescentou o procurador
O advogado do sindicato, Silvio Januário, lembrou que duas propostas, o pagamento de R$ 56 milhões em 2008, e outra, a de mais de R$ 40 milhões em 2013, foram recusadas, ressaltando que os valores atuais da ação devem ser considerados. “O ideal é que o pagamento fosse realizado em 4 a 6 anos, lembrando que qualquer proposta deverá ser apreciada antes pela assembleia dos servidores”, afirmou.
O chefe de Gabinete, Domingos Trevisan, ressaltou que o prefeito Ulisses Maia deseja adequar o orçamento dos próximos anos com pagamentos em parcelas anuais e não estender o problema. “Ulisses nos deu autonomia para chegar a um prazo razoável e que possa atender a todos. De forma segura e responsável faremos o máximo para cortar as despesas e pagar os servidores”, disse.
Ao final da reunião ficou definido que prefeitura e sindicato pedirão o adiamento de 15 dias para audiência que seria realizada no dia 29. Administração e sindicato voltarão a se reunir para chegar a um acordo antes mesmo da nova audiência.

Mostrar mais

redação

contato (44) 99803-1491 [email protected]

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Bloqueador de Anúncios Detectado

Por favor, desative seu bloqueador de anúncios para continuar. Obrigado.