Política

Quatro deputados do PSL são cassados pelo TRE-Pr por fraude à cota de candidatas

Com a decisão, Coronel Lee, Ricardo Arruda, Guerrinha e Delegado Fernando devem perder mandatos

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PR) decidiu nesta segunda-feira (4) pela cassação de toda a chapa do PSL eleita para a Assembleia Legislativa do Paraná em 2018. O tribunal chegou à conclusão de que o partido fraudou a cláusula que exige mínimo de 30% de candidaturas femininas.

Com a decisão, perdem o mandato quatro deputados estaduais: Luiz Fernando Guerra, Missionário Ricardo Arruda, Coronel Lee e Delegado Fernando. Os outros quatro deputados eleitos pela sigla inicialmente já foram cassados em outro processo que já foi julgado no TSE, e que condenou Fernando Francischini por fake news. Sem os votos dele, o partido perdeu as cadeiras de Subtenente Everton, Emerson Bacil e Do Carmo.

Como a decisão é do TRE, ainda cabe recurso em Brasília. Com isso, é possível que os quatro consigam se manter no mandato e esperar até que o caso tenha transitado em julgado. Caso o efeito suspensivo não seja concedido, o TRE terá de recalcular a distribuição de votos e descobrir quem são os quatro deputados que serão convocados para assumir as cadeiras deixadas em aberto. (inf Por Rogerio Galindo)

Mostrar mais

Notícias Relacionadas

Botão Voltar ao topo

Bloqueador de Anúncios Detectado

Por favor, desative seu bloqueador de anúncios para continuar. Obrigado.