Trabalho

Regime de previdência complementar não afetará servidores ativos da Prefeitura de Maringá

O prefeito de Maringá, Ulisses Maia, confirmou que o regime de previdência complementar não afetará os servidores que já atuam na Prefeitura de Maringá. A medida valerá apenas a servidores novos que quiserem optar pelo novo regime.

Não faremos qualquer tipo de reforma previdenciária municipal na Prefeitura de Maringá. E essa previdência complementar, imposta por lei federal, se aplica, de maneira facultativa, apenas para os novos servidores que forem efetivados posteriormente”, explica Ulisses Maia, que participou, na semana passada, de reunião com um grupo de trabalho que atua na formulação da lei complementar sobre o tema, a qual deverá ser enviada para a Câmara de Maringá.

Conforme explica a contadora Cinthia Soares Amboni, presidente da Maringá Previdência, o plano de previdência municipal está regularizado e segue como exemplo para outros municípios.

Prova disso é a premiação que o Maringá Previdência recebeu, no fim do ano passado, durante o 11° Prêmio ANEPREM de Boas Práticas de Gestão Previdenciária Modalidade Governança, categoria RPPS de grande porte.

A ANEPREM — Associação Nacional de Entidades de Previdência dos Estados e Municípios tem como objetivo ampliar, promover a interação, fortalecer e desenvolver a capacidade administrativa e técnica dos Regimes Próprios de Previdência Municipais e Estaduais.

Essa conquista inédita é um incentivo para os servidores e conselheiros continuarem o trabalho em busca de uma gestão relacionada ao regime previdenciário cada vez mais eficiente e transparente”, diz Cinthia.

INVESTIMENTOS – Mesmo em um contexto envolvendo desafios financeiros por conta da pandemia de covid-19, conforme balanço semestral, a Maringá Previdência encerrou o primeiro semestre de 2021 com uma carteira de investimentos, do Fundo Previdenciário, de R$ 560,057 milhões, e rentabilidade até o momento de R$ 15,414 milhões, correspondente a um retorno acumulado de 2,83%, abaixo da meta atuarial de 6,49% (IPCA + 5,45% a.a.).

Mostrar mais

Notícias Relacionadas

Botão Voltar ao topo

Bloqueador de Anúncios Detectado

Por favor, desative seu bloqueador de anúncios para continuar. Obrigado.