Paraná

Seis promotores substitutos ingressam no Ministério Público do Paraná

Seis promotores substitutos tomaram posse no Ministério Público do Paraná nesta segunda-feira, 31 de maio, em Curitiba. Os novos integrantes da carreira – Victor Emanuel da Silva Lisboa, Marcelo Menna Barreto de Barros Falcão, Ana Carolina Lacerda Schneider, Gabriel Santos Pereira Paquielli, Juliana Vassallo Costa e Carlos Edoardo Novoa Borges de Barros Reis – foram aprovados no concurso realizado em 2019, do qual participaram 4.422 candidatos.
Diante da adoção de rigorosas medidas sanitárias e de distanciamento para prevenção ao contágio da Covid-19, a solenidade, ocorrida no auditório do Bloco II da sede do MPPR, foi restrita aos empossados e a um familiar convidado, com transmissão pelo canal do MPPR no YouTube.

Cerimônia
Após a abertura da sessão solene, presidida pelo procurador-geral de Justiça, Gilberto Giacoia, os novos membros receberam as vestes talares, prestaram o compromisso legal ao assumir o cargo e assinaram o termo de posse, lido pelo promotor de Justiça Paulo Sérgio Markowicz de Lima, secretário do Conselho Superior do Ministério Público.

O presidente da Associação Paranaense do Ministério Público (APMP), o promotor de Justiça André Tiago Pasternak Glitz, parabenizou os empossados pela conquista – a aprovação em um dos concursos mais difíceis do país – e destacou o sacrifício pessoal encarado também por familiares e amigos na busca desse objetivo. Glitz ressaltou que o verdadeiro desafio, porém, começa daqui para frente: “A luta pela preservação da Carta de Curitiba e do regime jurídico do Ministério Brasileiro passa a contar hoje com mais seis integrantes em meio, infelizmente, a uma crise humanitária sem precedentes no mundo moderno, causada por uma epidemia global agravada pela irresponsabilidade daqueles que solapam a confiança na ciência, nas instituições, no diálogo e na cooperação entre os povos e as nações. Vocês podem e certamente serão lideranças diversas capazes de ouvir o outro, capazes de naquela pessoa mais humilde que atenderão na Promotoria de Justiça encontrar vocês mesmos.”, enfatizou.

Mostrar mais

Notícias Relacionadas

Botão Voltar ao topo

Bloqueador de Anúncios Detectado

Por favor, desative seu bloqueador de anúncios para continuar. Obrigado.