MaringázDestaque

Será perseguição?

Na sessão ordinária desta quinta-feira (21), o plenário da Câmara Municipal de Maringá analisa o requerimento
do vereador Homero Figueiredo Marchese (PV) que solicita ao prefeito que informe a casa legislativa, para fins de esclarecimento público, de forma detalhada, se está sendo pago pelos servidores deste município a contraprestação no valor de R$ 50,00 (cinqüenta reais) de que trata a lei complementar n. 1.073/2017 (vale-alimentação).
Em caso negativo, justifique. Em caso positivo, Figueiredo pede que informe se está sendo feito alguma forma de compensação para o pagamento da contraprestação. O vereador era contrário a implantação do vale-alimentação aos servidores, mas depois não aguentou a pressão e votou favorável.

Mostrar mais

redação

contato (44) 99803-1491 [email protected]

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Bloqueador de Anúncios Detectado

Por favor, desative seu bloqueador de anúncios para continuar. Obrigado.