MaringáSaúdezDestaque

Unidade Móvel do Hemocentro é reformada pela TCCC

Desde 2001, o Hemocentro Regional de Maringá, anexo ao Hospital Universitário Regional de Maringá (HUM), conta com uma Unidade Móvel. Trata-se de um ônibus adaptado para a realização de captação de sangue, que foi doado pela empresa Transporte Coletivo Cidade Canção (TCCC), de Maringá. No ano de 2018, o veículo passou por uma reforma que contou com pintura, instalação de piso e ar-condicionado novos, possibilitando mais conforto, apoio e incentivo à doação de sangue. A iniciativa será lançada nesta quarta-feira (26), no Terminal Urbano de Transporte Coletivo, no centro da cidade, às 9h.

A Unidade Móvel doada pela TCCC chegou ao Hemocentro no dia 4 de junho de 2001, há 17 anos. A primeira coleta foi realizada no mês seguinte e ajudou a intensificar as doações externas. De 2001 a 2018, o número de doadores atendidos pelo Hemocentro foi de 224.293. Deste total, 63.390 foram atendidos em coletas externas; sendo que 976 das doações foram feitas na Unidade Móvel, o que significa quase 2,3% do total.

Nos dois primeiros anos (2001 e 2002), o Hemocentro passou por um período de organização, divulgação e ampliação de coletas externas. De 2003 a 2007, essas coletas correspondiam a, aproximadamente, 50% do estoque da instituição. Entre 2008 e 2013, representavam 35% do estoque; e de 2014 a 2018, 14% do estoque. Por isso, a ideia de reformar a Unidade Móvel que não é só importante para o aumento das coletas, ela tem um papel muito significativo na divulgação do Hemocentro”, explicou a assistente social Tereza Paulique.

Segundo o diretor da TCCC, Roberto Jacomelli, a empresa atua em Maringá desde maio de 1975 e tem inúmeras iniciativas nas áreas sociais da cidade. A equipe constantemente avalia onde pode aprimorar, atualizar e manter seu compromisso de oferecer não só transporte de qualidade mas apoiar a comunidade. “Recentemente soubemos do destaque do Hemocentro de Maringá, que atua com qualidade total e tem servido até mesmo outras regiões do Estado. Por causa disso, precisa diariamente de, no mínimo, 50 doadores. Assim, é fundamental atuar em coletas externas”, afirma Jacomelli.

Desta forma, a TCCC e o Hemocentro juntaram forças para reformar ônibus e ampliar a capacidade de receber os doadores com conforto. Afinal, “as pessoas que doam sangue salvam vidas, por isso, merecem ser atendidas da melhor maneira possível“, finaliza Tereza Paulique.

Mostrar mais

redação

contato (44) 99803-1491 [email protected]

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Bloqueador de Anúncios Detectado

Por favor, desative seu bloqueador de anúncios para continuar. Obrigado.