CotidianoMaringáServiço

Recape alcança 1,9 mil metros da pista do aeroporto de Maringá

A recuperação da pista do aeroporto de Maringá prossegue na madrugada, com o trabalho tendo início 1 da manhã e encerrando-se três horas depois. O recape alcança toda a extensão da pista (1980 metros) e deve ser concluído ainda esta semana. A obra atende normas da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), órgão regulador governo federal responsável por supervisionar atividades do setor aéreo. O investimento é de R$ 570 mil.
A execução da obra na madrugada – e a conclusão das etapas previstas – evita suspensão das atividades de pousos e decolagens, o que causaria transtornos aos passageiros. “Exatamente para não provocar nenhuma dificuldade na operação normal, obras em aeroportos, especialmente em pistas, começam e terminam no mesmo dia. No nosso caso, na madrugada”, afirma Fernando Rezende, superintendente do aeroporto.

Fernando Rezende explica que o recape não faz parte do conjunto de obras já licitado no valor de R$ 81,5 milhões, que prevê, entre outras intervenções, a ampliação da pista para pouso e decolagem em mais 280 metros, passando dos atuais 2.100 metros para 2.380 metros, e implantação de auxílios à navegação aérea e obras complementares. Essas obras mais vultosas devem ser iniciadas ainda neste semestre.
A recuperação da pista é um procedimento rotineiro, feito sempre quando se percebe algum desnível na superfície que podem trazer algum desconforto passa passageiros durante procedimentos de pousos e decolagens”, explica Fernando Rezende, lembrando que a agência de aviação civil é bastante rigorosa com protocolos de segurança. “Cumprimento rigorosamente as exigências do órgão”, acrescenta.

Mostrar mais

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Bloqueador de Anúncios Detectado

Por favor, desative seu bloqueador de anúncios para continuar. Obrigado.