Policial

PM faz nova operação Fecha Quartel

O trabalho começou simultaneamente nas cidades-sedes de batalhões e de comandos regionais da PM

Centenas de viaturas e 1,5 mil policiais militares a mais do efetivo já aplicado rotineiramente foram às ruas ontem em todo o Paraná para inibir crimes e reforçar o patrulhamento em aéreas comerciais e residenciais do Estado pela operação Fecha Quartel II. O efetivo administrativo de todas as unidades operacionais e setores administrativos também atuou pela operação em cada região.

O início dos trabalhos se deu às 18 horas, simultaneamente nas cidades-sedes de batalhões e de comandos regionais da PM. O comandante-geral da PM, coronel Hudson Leôncio Teixeira, esteve no lançamento da operação em Rolândia, onde foram reunidas as equipes e viaturas das unidades do 2º Comando Regional da PM, que compreende as regiões norte, centro-norte e norte pioneiro.

“A PM está na rua justamente para que os crimes não aconteçam. Não é por acaso que estamos aqui, pois foi feito um planejamento que vai maximizar a presença da PM e sufocar o crime”, disse o coronel Hudson.
Na Capital, Região Metropolitana e Litoral, as unidades do 1º CRPM iniciaram as ações a partir das sedes de batalhões. No Noroeste, as equipes das unidades do 3º CRPM se reuniram nas cidades de Sarandi e Tapira para lançar a operação. Já na região Oeste, os efetivos saíram em conjunto da cidade de Toledo, bem como as unidades do Sudoeste paranaense iniciaram os trabalhos de Pato Branco. Nos Campos Gerais, a operação iniciou-se na cidade de Telêmaco Borba.

A operação Fecha Quartel é uma iniciativa do Comando-Geral, coordenada pelo Subcomando-Geral, para colocar o máximo de efetivo possível nas ruas, a fim de que os policiais militares de diferentes áreas e responsabilidades dos setores administrativo e operacional trabalhem em conjunto no policiamento ostensivo, atendimento de ocorrências, abordagens a pessoas e veículos, fiscalizações de pontos comerciais, bloqueios de trânsito e reforço policial nos eixos comerciais e residenciais com maior circulação de pessoas.

A utilização dos efetivos foi feita criteriosamente por cada unidade operacional, a fim de intensificar a presença nos pontos mais sensíveis indicados pela análise criminal, que congrega informações de crimes, horários mais visados pelos criminosos e tipos de delitos mais praticados em cada localidade.

UNIDADES ESPECIALIZADAS – Os batalhões que desenvolvem missões específicas nas áreas rodoviária, ambiental, operações especiais e de patrulhamento tático também estão atuando na operação Fecha Quartel. Em todo o Paraná, haverá ações nas estradas estaduais, promovidas pelo Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv), fiscalizações e atendimento de denúncias de crimes ambientais por parte do Batalhão de Polícia Ambiental Força-Verde (BPAmb-FV), além de reforço de patrulhamento tático pelas companhias do Batalhão de Polícia de Choque (BPChoque). (foto Soldado Adilson Voinaski Afonso)

Mostrar mais

Notícias Relacionadas

Botão Voltar ao topo

Bloqueador de Anúncios Detectado

Por favor, desative seu bloqueador de anúncios para continuar. Obrigado.